Carlos Massa – Ratinho

ratinho

Criado em um sítio no interior do Paraná, em Jandaia do Sul, desde menino, Carlos Massa mostrou-se interessado pelas histórias populares e pelos filmes do Mazzaropi, seu ídolo e referência até hoje. Na juventude, com um grupo de amigos, montou uma trupe de artistas populares que percorria as escolas e clubes do interior apresentando comédias por eles mesmos escritas. Foi nessas apresentações que começou a se esboçar a futura fórmula do seu programa – show, humor e improviso.

Ainda jovem, deixou o teatro e começou a participar de programas de rádios locais. Sua espontaneidade logo se destacou tornando-se personagem popular na região.

A POLÍTICA

Em 1976 foi eleito vereador na sua cidade com enorme quantidade de votos. Observando os problemas do seu povo, e por fazer parte dele, começou a se interessar pelos assuntos da assistência social. Mais tarde foi eleito Deputado Federal pelo Paraná e percebendo que não se dava bem no ambiente político, cumpriu o seu mandato e desistiu da carreira para se dedicar integralmente à comunicação.

O INÍCIO NA TELEVISÃO

Em 1988 foi para Curitiba e recomeçou a carreira de radialista na Rádio Eldorado, que mais tarde passou a pertencer ao seu Grupo. Nesta época também exerceu funções de apresentador em festivais do interior. Na televisão, começou como repórter policial e, em pouco tempo, face ao sucesso, conduzia o seu próprio programa: CADEIA, na Rede CNT, com transmissões para Curitiba e Londrina. Ao comentar reportagens policiais com uma dose alta de irreverência e humor, encontra o seu estilo e alcança altos índices de audiência. No começo de 1997, participa do programa 190 Urgente, na própria Rede CNT em rede nacional e começa a atrair a atenção da imprensa nacional.

Em setembro de 1997, a Rede Record de Televisão coloca no ar, ao vivo, o programa Ratinho Livre, que logo conquistou o segundo lugar em audiência naquele horário. O programa com proposta social atendia centenas de pessoas que precisavam de algum tipo de ajuda. O fenômeno de audiência Ratinho surpreendeu o país e o assunto “novo apresentador” foi motivo para matérias e análises nos principais jornais e revistas do país. “A gente se vê na arena do Ratinho”, escrito por Nelson Hoineff publicado na Folha de São Paulo analisava a profunda identificação do Ratinho com o povo brasileiro. As nossas classes populares já tinham um representante que sabia falar a sua língua e entender os seus sentimentos.

PARCERIA COM SBT

Em 1998 transfere-se para o SBT, em um dos maiores contratos da história da televisão brasileira, até então. Na nova emissora, o programa passou por reformulações, e num estilo mais leve, alegre e descontraído conquistou de imediato o horário nobre. Nesta época, diariamente e ao vivo, Ratinho, praticamente sozinho, garantiu várias vezes o primeiro lugar no Ibope para o SBT.

Com imagem solidificada junto às classes populares brasileiras, aos anunciantes e grandes agências, Carlos Massa tem sido parceiro do SBT diante das grandes mudanças na televisão brasileira. Hoje o SBT exibe diariamente, ao vivo, o Programa do Ratinho.

Trajetória empresarial

1956

Carlos Roberto Massa, conhecido como Ratinho nasceu em 15 de fevereiro de 1956 na cidade de Águas de Lindóia, interior de São Paulo, mas viveu a infância e adolescência em Jandaia do Sul, interior do Paraná.

1973

Na juventude, com um grupo de amigos, montou uma trupe de artistas populares que percorria as escolas e clubes do interior apresentando comédias. As peças eram todas autorais.

1976

Foi eleito vereador em Jandaia do Sul, Paraná.

1988

Foi para Curitiba e recomeçou a carreira de radialista na Rádio Eldorado, de São José dos Pinhais – PR.

Comprou a Rádio Melodia que mais tarde passa a se chamar Rádio Massa FM.

1991

Compra a rádio Eldorado em São José dos Pinhais – PR

1997

Participa do programa 190 Urgente, na Rede CNT, em rede nacional e começa a atrair a atenção da imprensa nacional.

Em setembro desse ano, a Rede Record de Televisão coloca no ar, ao vivo, o programa Ratinho Livre.

1998

Transfere-se para o SBT em um dos maiores contratos da história da televisão brasileira. A partir daí, conquista o horário nobre!

Inicia o programa de administração e parcerias de marcas próprias e de terceiros como Café no Bule, Ração Foster, Xocopinho, Cerveja Colônia e Puro do Campo.

1999

No final da década de 90 entra no ramo do agronegócio com a compra de fazendas especializadas em pecuária, milho, soja, café e cana.

2005

Compra e recupera em Apucarana (PR) a Fazenda Ubatuba – referência mundial em café de alta qualidade.

Participa de empresas coligadas no ramo da hotelaria nos aeroportos de Cumbica e Afonso Pena com a rede Fast Sleep.

Adquire participação na empresa Jandaia Estofados.

2006

Mantém em várias cidades do interior a Escola Brasileira de Futebol, que incentiva a prática de esporte no contra turno escolar.

Cria a Academia de Ginástica Alongare, em Curitiba.

Inaugura a Massa FM Curitiba

Inaugura a Massa FM Maringá

2007

Em novembro adquire do Grupo Paulo Pimentel as retransmissoras do SBT no Paraná: Curitiba, Londrina, Maringá e Foz do Iguaçu, fundando assim a Rede Massa.

Inaugura a Massa FM Londrina

2009

Inaugura a Massa FM Litoral

2010

Inicia a operação na área de logística com um dos maiores empreendimentos da América Latina, em parceria com a Portugal Telecom. Trata-se de um call center operado pela Dedic que deverá criar mais de 4000 empregos em Londrina.

2012

Inaugura a 5a emissora da Rede Massa de Televisão, com sedes nos municípios de Francisco Beltrão e Ponta Grossa.

Inaugura a Massa FM Campos Gerais

2013

Inaugura a Massa FM Foz do Iguaçu

2014

Massa FM Curitiba completa 1 ano em 1º lugar no Ibope

2015

Massa FM Curitiba completa 2 anos em 1º lugar no Ibope

Incorpora ao Grupo Massa a publicação “Where Curitiba”, revista bimestral que apresenta as principais atrações de turismo, gastronomia e lazer da capital do estado.

2016

Massa FM Curitiba completa 3 anos em 1º lugar no Ibope

Lança o Massa News, o maior portal de notícias do Paraná

.